Sonhos, Fantasias e Realidade...


12/01/2008


Aceitar as coisas que não podemos modificar...

 

 

UOL Busca Oração da Serenidade

 

Concedei-nos, Senhor, a serenidade necessária
para aceitar as coisas que não podemos modificar,
coragem para modificar aquelas que podemos e
sabedoria para distinguir umas das outras.    

 

 

O QUE É A SERENIDADE?

 

 

O termo é definido do varias maneiras: a calma, o sossego, a paz, e tranqüilidade, a paz da mente, o equilíbrio emocional, o estado não perturbado, O sangue frio e o domínio de si. Contudo, do ponto do vista prático, talvez a melhor definição seria “a capacidade de viver em paz com os problemas não resolvidos".

A Oração da Serenidade fala em “aceitar as coisas que não podemos modificar”. A aceitação não deve ser confundida com a indiferença. A indiferença deixa do distinguir entre as coisas que podem e as que não podem ser mudadas. A indiferença paralisa a iniciativa. A aceitação libera a iniciativa, aliviando-a das cargas impossíveis. A aceitação é um ato do livre arbítrio, mas, para ser eficaz requer a coragem moral de se persistir apesar do problema imutável. A aceitação liberta o aceitante, rompendo-lhe as cadeias da autopiedade. Uma vez aceito o que não pode ser modificado, a gente fica livre para empenhar-se em novas atividades.

Foi dito que uma mente imatura procura um mundo idealístico. Queiramos ou não, precisamos encarar o mundo da realidade e aceitar a vida tal qual ela é, com todas as suas crueldades e inconsistências. Talvez, em ultima análise, o inicio da sabedora esta na simples admissão de que as coisas nem sempre são como queríamos que fossem. E que nós mesmos somos imperfeitos e não tão bondosos e trabalhadores quanto gostaríamos do ser. 

 

 

 

http://www.neuroticosanonimos.org.br/html/serenidade.htm

 

 

 

 

 

Escrito por sra.valery às 02h10
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

Socorro ! ! !

 

 

 

 

Coloquei uma carta numa velha garrafa
mas uma carta de solidão
coloquei uma carta, um pedido da alma
salvem meu coração



Nessas areias que me sujam os pés
esse é o meu chão mais uma vez
há muitas  luas nessa ilha tão só



será que ao menos um navio eu vou ver
e alguma civilização
e a cada dia sobe mais a maré



Alguém aí ?
 devolva o amor que você tirou de mim no fim
Alguém aí ?
Vou queimando no sol a esperança de ter aqui
Bem aqui ...
 LS- Jack - Uma Carta
 
http://vagalume.uol.com.br
 

Escrito por sra.valery às 01h29
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

Perfil



Meu perfil
BRASIL, Sudeste, AGUAS FORMOSAS, Mulher, de 46 a 55 anos, Portuguese, Spanish, Informática e Internet, Arte e cultura, Animais
Outro - sra.valery@bol.com.br

Histórico